2006/03/28

cinema no virgínia 11 | 2006

ZAMANI BARAYÉ MASTI ASBHA - um tempo para cavalos bêbados
de Bahman Ghobadi
29.Março.2006 ás 21:30


Prix de la Caméra d'Or (melhor primeira obra) - Festival de Cannes (2000)

com:
Ayoub Ahmadi,
Rojin Younessi,
Amaneh Ekhtiar-dini,
Madi Ekhtiar-dini

No Curdistão Iraniano, perto da fronteira com o Iraque, cinco irmãos e irmãs vivem sozinhos e sozinhos têm de subsistir e assegurar as suas necessidades.O mais novo sofre de uma grave doença. Os medicamentos que ele tem de tomar são caros e o médico diz que precisa de ser operado rapidamente para que possa sobreviver. Apesar dos esforços dos mais velhos que multiplicam os pequenos trabalhos, a família não tem meios para assumir os custos da operação. A irmã mais velha aceita casar-se com um iraquiano disposto a ajudá-los e a financiar a operação da criança no Iraque. Mas na fronteira, a família do futuro esposo recusa-se a levar o doente e, em troca, oferecem-lhe uma mula.O irmão mais velho regressa ao Irão com o mais pequeno, mas o tempo para a operação continua a passar...

Um tempo para cavalos bêbados

um comentário interessante

2 comentários:

Anónimo disse...

Fiquei cansada de tanta força fazer na cadeira "Virginia" de pois de ver o filme...pode parecer alienação, mas soube-me muito bem deitar-me na minha cama nessa noite...
Fez-me pensar!

Pedro Antunes disse...

gostei...
tinha uma grande espectativa em ver este filme e não ficei desanimado.
é uma história que do principio ao fim nos faz estar agarrados ás cadeiras, sendo um filme com um fim imprevisivel.

o bom trabalho que continue!!!
um abraço!!!